CONTRA: Presidente do Senado critica uso de fundo eleitoral para combate ao covid-19

Para ele, trata-se de um discurso demagógico, uma vez que um valor muito maior do que o reservado aos partidos políticos já foi disponibilizado para o combate à pandemia

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, criticou os discursos dos colegas que defendem o uso da verba destinada ao fundo eleitoral para o combate ao novo coronavírus.

Para Alcolumbre, trata-se de um discurso demagógico, uma vez que um valor muito maior do que o reservado aos partidos políticos já foi disponibilizado para o combate à pandemia. “Vou defender a democracia e deixe que muitos defendam a demagogia”, disse durante a sessão remota de hoje (14).

Alcolumbre alega os R$ 2 bilhões reservados aos partidos não podem ser comparados aos R$ 500 bilhões que, segundo ele, já foram usados para socorrer empresas e empregos para conter a crise econômica.

O presidente do Senado associou a existência do fundo partidário ao exercício da própria democracia, uma vez que essa verba é usada para financiar as campanhas eleitorais.

“Da mesma forma que continuarei defendendo a vida dos brasileiros, vamos defender a vida da democracia. Muitos lutaram para que tivéssemos a possibilidade de exercer o direito do voto. Vou continuar trabalhando para defender a democracia e vou respeitar aqueles que defendem a demagogia”.

Resposta a senadores

A fala de Alcolumbre foi direcionada a senadores que defendem o uso do fundo eleitoral para o combate à pandemia. Dentre esses senadores está Eduardo Girão (Podemos-CE).

“Não podemos mais adiar essa agonia e não deliberar sobre o fundão eleitoral. É uma questão moral, de humanidade, que a gente delibere sobre o fundão ir diretamente para o combate ao coronavírus e os seus efeitos. Esse é um momento que a vida nos convida a fazer o bem”, disse.

Weverton (PDT-MA) pediu a palavra para defender a posição de Alcolumbre. O pedetista criticou aqueles que criticam o fundo eleitoral.

“Todas as iniciativas aprovadas aqui, a maioria saiu do Congresso, como iniciativa dos senadores e deputados. Não é a questão do valor, mas da forma como é tratada. É como se dissesse ‘tira-se o dinheiro, porque lá na eleição é pra fazer coisa suja’, o que não é correto. É na grande e boa política que resolvemos a situação”.

Para Rogério Carvalho (PT-SE), defender o esvaziamento do fundo eleitoral faz parte de um discurso populista. “Não sou daqueles que se escondem atrás de discurso fácil, populista. O fundo eleitoral precisa existir para garantir a democracia”.

Alessandro Vieira (Cidadania-SE) pediu a palavra e propôs a votação de um projeto de sua autoria que deixa o partido à vontade para fazer a doação de sua parte, voluntariamente. “E aí, aqueles que acham que o fundo eleitoral é indispensável, morrem abraçados com o fundo. Aqueles que entenderem que é possível fazer, neste momento, uma campanha eleitoral mais simples, mais pé no chão, mais barata, fazem a transferência dos recursos. Isso me parece profundamente democrático”.

Debate iniciado ontem

Na sessão de ontem (13) o presidente do Senado já havia abordado o assunto. Na ocasião, disse que foi favorável ao financiamento privado de campanha, mas a matéria foi derrotada no Congresso.

“Faltaram quatro votos no Senado Federal para que fosse aprovado o financiamento privado e nós não tivéssemos esse problema”. Foi do fim do financiamento privado de campanha que surgiu a necessidade da criação de um fundo, abastecido com verba pública, para financiar as campanhas eleitorais.

Também ontem, o líder do PSL na Casa, Major Olímpio (PSL-SP), criticou a rejeição de uma emenda que previa tal transferência de verba na Proposta de Emenda (PEC) à Constituição nº 10, chamada de PEC do Orçamento de Guerra.

“O que me deixa transtornado e indignado como brasileiro é dizer que [a emenda relativa a] essa grana do fundão eleitoral, essa grana do fundão da vergonha, foi rejeitada no Senado com a mesma manobra utilizada na Câmara dos Deputados para considerar a matéria estranha”. Olímpio é um dos favoráveis a essa transferência.

Note: This article have been indexed to our site. We do not claim legitimacy, ownership or copyright of any of the content above. To see the article at original source Click Here

Related Posts
Read important news of Friday, October 1, in one click thumbnail

Read important news of Friday, October 1, in one click

News Flash 01 अक्टूबर 2021 देश में आज से बदल जाएंगे बैंकिंग और पेंशन के नियम 2:20 AMकर्नाटक में कोरोना के कुल 12780 एक्टिव केस, पिछले 24 घंटे में 704 संक्रमित डिस्चार्ज 12:04 AMकर्नाटक में कोरोना के 933 नए मामले, पिछले 24 घंटे में 14 मौतें 12:03 AMअसम में कोरोना के 376 नए मामले, पिछले…
Read More
Vietnam's 'wave of repression' threatens climate goals thumbnail

Vietnam’s ‘wave of repression’ threatens climate goals

RAISE THE ROOF United Nations Secretary General Antonio Guterres attends a meeting with Vietnam's Prime Minister Pham Minh Chinh (not pictured) at the Government Office in the capital Hanoi on Saturday, Oct. 22, 2022. AFP PHOTO Read this in The Manila Times digital edition. HANOI: A "new wave of repression" in Vietnam is jeopardizing progress
Read More
Solid comeback for Tokyo-børsen etter svak uke thumbnail

Solid comeback for Tokyo-børsen etter svak uke

Etter en urolig uke verden over, er en rekke av de asiatiske børsene nå på vei inn i lokale nyttårsfeiringer. PHILIP FONG / AFPPublisert: Publisert: Nå nettoppDet er et blandet bilde på de asiatiske børsene på morgenkvisten fredag, etter at Wall Street falt kvelden i forveien. Slik er utviklingen på de asiatiske børsene ved 05.30-tiden:…
Read More
The well-known Czech actor died unexpectedly, he played in Saturnin or Gangster Ka thumbnail

The well-known Czech actor died unexpectedly, he played in Saturnin or Gangster Ka

Do českého filmového nebe odešla další velká osobnost. Ve věku 74 let nečekaně zemřel herec, dabér a tanečník Vítězslav Bouchner. Jeho tvář si můžete pamatovat z řady snímků populárních i v zahraničí. Poslední rozloučení proběhne ve strašnickém krematoriu. Vítězslav Bouchner vystudoval loutkoherectví a tanec, většinu života se ale věnoval především dabingu. Jeho náhlá smrt zasáhla…
Read More
Chinese censors give ‘Fight Club’ new ending to make police win, angering fans and inspiring memes thumbnail

Chinese censors give ‘Fight Club’ new ending to make police win, angering fans and inspiring memes

In Tencent’s version, however, the final action has been removed entirely. Instead, before the explosion happens, an English-language title appears, telling viewers that the authorities have successfully stopped Tyler’s grandiose plan for mass destruction. The text reads: “Through the clue provided by Tyler, the police rapidly figured out the whole plan and arrested all criminals,…
Read More
Index Of News
Consider making some contribution to keep us going. We are donation based team who works to bring the best content to the readers. Every donation matters.
Donate Now

Liking our Index Of News so far? Would you like to subscribe to receive news updates daily?

Total
0
Share